sábado, abril 05, 2008

O trabalho.



O blog com periodicidade mais irregular do mundo é o meu. Mas o motivo do meu desleixo, da minha ausência comigo mesma tem um nome. Uma palavra muito conhecida por todos nós, em especial jornalistas que têm a sorte de estarem empregados: trabalho.

Esses dias eu recebi uma mensagem muito carinhosa dizendo que “trabalho” vem do latim tripalium que significa instrumento de tortura. Imagina aí, você chega em casa sete e tanta da noite, exausta, prestes a matar o primeiro que perguntar o porquê daquela sua cara abatida, doida pra tomar um banho e dormir mas ainda levou afazeres para casa, e recebe uma mensagem comprovando o que você pensa o dia inteiro: estou sendo escravizada com meu próprio consentimento!

Enfim, eu estava (e ainda estou, na verdade) envolvida com quatro vídeos desenvolvidos para o Ibametro. Eles (o pessoal do Ibametro) estão fazendo um trabalho de diagnóstico de algumas feiras do interior da Bahia e fomos contratados para produzir uns docs a fim de ilustrar a pesquisa. Então, neste trabalho em que fiz produção, direção, texto e roteiro, eu muito me diverti apesar de tudo. Ir à feira, em especial as de cidades pequenas como a de Itapetinga, Livramento, Brumado e Rafael Jambeiro nos faz entrar em contato com tantas histórias, é onde a narrativa de cada pessoa se soma e se transforma em uma única realidade, onde acontecem encontros de culturas e de vidas, um local de singularidades. É o contato com a pobreza, com o descaso, mas também carreguei lições de esperança e de persistência.

Voltando de Jambeiro - esperando Deus mandar um pau-de-arara pra me levar.


Apesar de reclamar demais de cansaço e de repetir inúmeras vezes “se eu ainda ganhasse bem!”, a recompensa disso tudo é no final você olhar pro fruto de tanto suor e saber que saiu legal dentro das limitações impostas. Aí, podem até não reconhecer, mas estarei orgulhosa de ter dado conta do recado.

2 comentários:

Alberto Pereira Jr. disse...

nossa nem fala em trabalho.. meu blog tb ta as traças.. mal tenho tempo de passar nos blogs amigos e deixar um recadinho...
ser jornalista NÃO é fácil....

mas é muito gratificante ver o resultado do nosso esforço e ainda de quebra conhecer pessoas, lugares e histórias
beijão

TUDO disse...

oi
seu blog é muito legal!
parabéns