quinta-feira, julho 31, 2008

Sambadinha para vereador de Vitória da Conquista.

Que terno e gravata não garante nada, isso aí a gente já sabe na teoria, na prática e de qualquer outra maneira ou até de todas as maneiras. Mas ao deparar com essa maravilha das campanhas eleitorais, eu penso: " jesus maria josé, em que bagunça vivemos". E que engraçado ( na verdade é triste mas ao receber meu salário hoje minha cota de tristeza foi gasta em questão de segundos) é ver um cantor de pagode, daqueles que rebolam em cima palco com calça branca estilo olhaopsiricodopovão sam-ba-di-nha fazendo cara de sensual para milhares de periguetes que inflam seu ego gritando "gostoso", se candidatando a vereador. Será que ele tem alguma noção do que se faz nessa nova profissão? Vou tentar uma entrevista exclusiva para o Vinte e Poucos Anos. Como diria minha amiga Leiliane, essa é a prova da evolução na política. Quando você menos espera, olha aí mais um candidato engajado socialmente de maneira tão peculiar e engrandecedora.

Repare no slogan super original


Muito obrigada Talita que após ter dividido duas deliciosas cervejas quase quentes num rápido happy hour me mostrou o cartaz na rua e ainda vimos que ao lado da propaganda de sua candidatura nosso candidato tem um cartaz divulgando um show marcado na Quinta Sem Lei. Olha só o estilo sam-ba-di-nha. Tá vendo?



Repare também que quem colou o cartaz acha mesmo que ele deveria permanecer no ramo da música, colou em cima do cartaz da candidatura...

.

6 comentários:

Dário disse...

Vendo essas coisa eu já começo a pensar no que devemos esperar para o horário gratuito da TV. Já imaginou Danilo Kiribamba indo até o chão, enquanto dispara seu discurso usando uma paródia do "Não me chame não viu"? Eu acho que ficaria fantástico se ele cantasse "Não me vote não viu. Não me vote não que eu vou..."

Shirley de Queiroz disse...

Tá. É esquisito. Mas é preconceito achar que o cara vai ser pior do que os outros por causa da sambadinha. Na verdade, a política brasileira é uma fauna tão rica, que não podia faltar esta espécime...

mi do carmo disse...

rs, foi o que eu disse Shil: "Que terno e gravata não garante nada"...

Eu n disse que ele seria pior... disse que achava engraçado e suspeito. Mas muito mais engraçado...

André Ursípedes disse...

Os políticos já são uns chatos. Imaginem os que já são chatos anteriormente e agora querem ser políticos?!

Jarbas disse...

eu o conheço pessoalmente. [risos]
e devo dizer que achei bem estranho ele se candidatar!

mas enfim. c'est la vie.!

Anônimo disse...

hbhjghjk