domingo, novembro 16, 2008

1 de janeiro

No meio de novembro, uma frase recebe destaque nos diálogos da maioria dos seres mortais que habitam essa terrademeudeus. Pode obsevar a quantidade de "como o tempo passa rápido!" que são soltos pelas bocas de pessoas desatentas que nem viram o tempo passar.Mas o tempo passou, e olha só, já estamos em novembro! Daqui a pouco é dezembro, é Natal, Ano Novo... 2009.... e "eu não fiz nada".

É quando começam a surgir as listas. Todo mundo faz uma, mesmo que não escreva, organiza no pensamento objetivos para o ano que se inicia. Como se na virada de ano, tudo mudasse. Mas nada muda de fato. O que acontece é que acreditamos que muda. E talvez seja o suficiente, nada melhor do que a força do pensamento. Só que muitas dessas coisas ficam só lá no universo impalpável do pensamento. Isto porque sempre estamos esperando por algo, algo que achamos que não depende de nós. Como no caso da virada do ano, esperamos o tempo passar. Aquele tempo que insistimos em dizer que passou rápido, porque sempre vivemos pro o outro tempo, o tempo do futuro.

Eu ia deixar pra falar isso em dezembro, mas decidi não esperar. Porque gostaria de começar a pensar que cada dia que passa equivale a um ano. Todo dia quando eu dormir quero pensar que aquilo ali é uma virada pra tudo que eu gostaria de mudar, de fazer. E todo dia será uma oportunidade de aproveitar o tempo naquilo que ele tem de melhor, seu próprio tempo. O tempo não passa rápido, ele passa no tempo certo, a gente que não se dá o tempo de perceber e aproveitar. Todas as datas do calendário, de todas as semanas e meses, serão dia 1 de janeiro.

Um comentário:

Hélio disse...

Bom, o ano ja ta acabando e, ao contrario do velho "eu nao fiz nada!", passou rapido, mas fiz coisas super importantes. A maior delas sem duvida foi ir pra Mostra Internacional de Cinema de Sao Paulo!

Ops! Ah, nao. Essa ficou em segundo lugar. A primeira foi ter me mudado pra morar com certa pessoinha.

So por isso, o ano ja foi "cumprido".

Bjos!