quarta-feira, janeiro 31, 2007

Eu to no ar, to Globeleza


A foto da Globeleza para vender meu post

"Meu Deus, essa menina é uma criança!" Essa foi a imediata reação que tive ontem ao ver a cara (e o corpo) da nova Globebelza (nova pra mim, porque ela já era a Globeleza em 2006). Hoje, pesquisei e vi que Aline Aniceto tem 19 ou 20 anos. Já é maior de idade, claro. Não pensei que não fosse. Não cometeriam esse crime. Mas tem cara de criança. É uma menina. Já não basta o fato de "ter" que colocar mulher pelada na televisão para fazer o carnaval ser mais atrativo e ainda colocam uma que nem mulher é direito. Com jeito de criança, sorriso inocente. E os homens babam sobre o corpo recém-formado e as mulheres, nem sei, aceitam só, talvez.

E as crianças meninas de verdade que assistem, imitam. Também querem ser a Globeleza como qurem ser as protagonistas do bem das novelas. E a televisão repugna a pedofilia. E a televisão adora a pedofilia. E a televisão por si só é um eletroeletrônico. E a televisão é feita por quem assiste.

Sou conservadora nesse sentido. Não podemos perder a noção dos absurdos, dos abusos sexuais explícitos/subliminares. Da responsabilidade na formação cultural das crianças meninas de verdade, já que pra grande parte da população no país formação cultural é feita através das culturas de massa televisionada.

É uma pena que as palavras de Marshal Macluhan são enterradas na prática. Ele dizia, e chega a ser clichê para quem foi ou ainda é estudante de comunicação, que os meios de comunicação são extensões do homem: "a forma de um meio social tem a ver com as novas maneiras de percepção instauradas pelas tecnologias da informação".

Não gosto de discursos socialistas e morais, no entanto me rendo e digo que vejo a responsablidade social indo pro ralo toda vez que entra a vinheta: "na tela da TV no meio desse povo..."

4 comentários:

tulio disse...

achei sm graça ela... nem babei!

Shirley de Queiroz disse...

Mi, eu pensei exatamente a mesma coisa. A menina tem cara de menina mesmo!! É aquela sensualidade inocente que o povo explora... Talvez ela nem seja inocente, mas o caso é que o fato de parecer inocente, e estar nua e rebolando, é que assusta.
Eu já tinha visto no ano passado e acho que ela bem pode ter falsificado os documentos, sei lá... Acho uma agressão...

Hélio disse...

Túlio, o pedófilo seletivo.

Nunca tinha visto e nem sabia que era tão nova assim essa globeleza. Que corpão (corpaço?), hein? Na minha época, globeleza nao ficava com os peitos de fora... ou ficava?

Shirley de Queiroz disse...

Hélio,

Ficava.