sexta-feira, fevereiro 02, 2007

Virtual freak show

A bizarrice é algo realmente atrativo. Fiquei com aquela sensação de Como Podemos Gostar de Coisas Tão Estranhas ao receber um e-mail, daqueles chatos, encaminhados, com vídeo de um menino que provava uma elasticidade sobrehumana abrindo toda a perna enquanto andava de patins. O corpo do menino fica sem ângulo no chão e ele passa por baixo de mais de 10 carros. Uma platéia de crianças com capacetes verde-limão olhava o menino realizando sua faceta. Quando ele, enfim, termina de passar pelo corredor de carros, dois adultos o levantam e o estendem como um trófeu.

E eu pensei, depois de ter xingado por ter recebido tal inutilidade (epa, se quem me mandou o e-mail ler esse post saiba que você manda muitas coisas interessantes também, vídeos interessantes que eu gosto, mas odeio os slides): como acham interessante coisas tão imbecis.

E pensei de novo, e de novo, até que me senti hipócrita e lembrei que todos os dias acesso o Terra Popular para ver quais as esquisitices fenomenais do dia. "Em ilha africana, homens são obrigados a casar após pedido", "Homem ajuda idoso mas depois rouba seu carro", "Chinesa comerá apenas terra por dois meses", "Menino chinês de 4 anos mata 443 frangos com grito" e assim por diante. Fora a mulher que recebeu um raio pela boca e o raio saiu pelo anus (ela mesma contou essa história e após os exames os médicos confirmaram!) e o cardiologista que teve ataque cardíaco, a mulher dele ligou pra emergência do hospital e e eles biparam o próprio médico para atender a ele mesmo. Essas duas últimas histórias eu contei pra um monte de gente.

Então parece ser do instinto humano gostar de olhar abismado para anomalias. Não sei de onde vem essa curiosidade e necessidade, só sei que pelo menos não repasso e as vezes nem abro esses e-mails.

3 comentários:

Hélio disse...

Nunca repassei coisas do tipo e nunca leio os e-mails que recebo. Na verdade a pouca curiosidade que tenho com essas coisas é saciada por vc, que vez ou outra me conta um absurdo.

Eu gostei dessa:

"Cadela de Seattle quer namorar cão de George Bush

Kenzie, uma cadela da raça terrier escocês, não sabe mais o que fazer para atrair a atenção do cão mais importante dos EUA. Ela publicou até um video na Internet pedindo uma chance para namorar Barney, o cão do presidente dos EUA, George W. Bush. A idéia na verdade é dos donos de Kenzie, Ben e Shelby Dobbs, um casal de Seattle."

Rafael Melo disse...

Hahahahaha... O Terra Popular é a Meca das esquisitices fenomenais.

Shirley disse...

Informação deveras pertinente dizer que a idéia foi dos donos da cadela. Já estava pensando que a própria havia filmado, editado e publicado o seu videozinho...